19 janeiro 2016

Shadowhunters - Primeiras impressões


Uns 2 anos atrás conheci meio que por acaso Os instrumentos Mortais, uma série de livros escrito pela Cassandra Clare que nos apresenta a o universo dos caçadores de sombras, que são nefilins que defendem os humanos dos demônios, e me apaixonei desde a primeira pagina, quando soube que ia ter uma adaptação para o cinema fiquei muito animada, mas infelizmente eles se perderam e não conseguiram transmitir nem um terço da essência do historia e do universo que a Cassandra criou, eu até gosto do um pouco do filme, mas não se compara ao livro.


Então no ano passado descobri que iam tentar novamente dessa vez em uma série de TV, mas desde os primeiros trailers, minhas expectativas já caíram muito pelas mudanças escandalosas com o livro, mas continuei acompanhando as noticia, o elenco, esperando para finalmente conferir o piloto, eu já assistir e vim contar as minhas impressões.


Na série, Clary é uma jovem desenhista que está completando 18 anos, e no dia do seu aniversario coisas estranhas começam acontecer, ela começam a ver coisas que ninguém mais pode ver e a desenhar símbolos estranhos que não sabe o que significa, de repente sua mãe é sequestrada e ela descobri que nada na vida dela é o que ela imaginava.

Se você estiver esperando uma adaptação 100% fiel vai se decepcionar muito, por que logo nos primeiros minutos vemos que as diferenças entre a série e os livros são gritantes, por isso vá de mente aberta.  As atuações e os efeitos são bem medianos, mas confesso que a série me agradou bastante.

Se você não teve nenhum contato com os livros talvez sua experiência com a série seja melhor, mais limpa sem as expectativas. Estamos só no primeiro episodio, mas já recomendo que deem uma chance a série, agora no começo temos que apoiar para que a série não seja cancelada, pode ser que mais para frente, dependendo do desenrolar da historia, eu acabe desistindo, mas agora temos um pouco mais animada.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo