25 maio 2015

O que não é amor


Eu disse para todo mundo que sabia, que apesar de tudo eu estava bem e que aquilo não me abalou nem um pouco, ri da situação, tirei sarro da sua cara e disse que no fim quem perdeu foi você, afinal não tinha a menor importância. Mas você melhor que ninguém sabe que isso é mentira, talvez a maior mentira que já contei.

Estava fraca demais para chorar, quebrada demais para seguir em frente, na maioria das noites eu nem dormi, você era meu chão, meu colo para amenizar a dor, minha paz interior, eu fiquei por muito tempo me perguntando o que eu tinha feito de errado, eu demorei a entender.

Entender que não foi amor sua frieza e indiferença, suas evasivas, sua insegurança e covardia. O problema não estava em mim, nem na minha vontade de ter você, estava na sua falta de amor, falta de amor por mim e por você mesmo. O amor não é traição, orgulho, nem abandono, eu me importava com cada detalhe do seu dia, e você mal sabia se eu estava bem, eu esperava por você por horas e você esquecia que eu estava lá, você mentia, e continuava mentindo mesmo depois dos meus amigos terem te visto com ela, e eu chorava sozinha depois que você dormia.

Quando você foi embora, eu fiquei sozinha, não contei para ninguém, dizer adeus foi a coisa mais difícil que eu já tive que fazer, te ver levando a mala, apagando a luz e fechando a porta, eu nunca tive tanta certeza que te amava, mas eu sei que para você não foi amor, nem por mim, nem por ela.



Este texto faz parte do Projeto Escrita Criativa, que reúne escritores e blogueiros para colocarem no “papel” suas ideias. Quem quiser conhecer mais, acesse o link aqui. Lá há a lista de todos os blogs participantes. O tema desse mês foi O que não é o amor.

6 comentários:

  1. Oi, Tay!
    Que texto bonito! Ele tocou num assunto importante: a culpa que carregamos no fim de tudo. O fato é que - como você mesma disse - normalmente a culpa não é nossa! Quando a gente se doa e não recebe o mínimo de consideração, não há jeito!
    (ou talvez haja: seguir só!)

    Parabéns pela forma que você abordou tudo isso!

    Um beijo,

    Algumas Observações
    Minhas Literariedades
    Teoria, Prática e Aprendizado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário lindo Fê!
      Beijos ^^

      Excluir
  2. Posso chorar?

    Lembrei de tanta coisa, e muitas dessas lembranças você descreveu no texto.
    Vivi muito do que você escreveu!
    Parabéns Tay, o texto ficou lindo e me tocou lá no fundinho do coração!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Quanto sentimento em tuas palavras. Está aí uma situação que acho que ninguém deveria passar. Mas acho que apesar de toda dor, é exatamente ela que nos faz da valor ao verdadeiro, crescer e ser mais forte,


    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, quando a dor passa somos pessoas melhores!

      Excluir

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo