02 fevereiro 2016

Lugares diferentes para viajar no Brasil


Viajar é umas das melhores coisas que existem, conhecer o mundo e várias culturas diferentes, mas sabe que conhecer o seu próprio país e a própria cultura é tão legal quanto viajar o mundo, principalmente nesses tempos em que o dólar está nas alturas, separei destinos diferentes e incríveis aqui mesmo no Brasil, temos praias lindas, vinhedos incríveis e muita cultura aqui pertinho.

Praia da Pipa
Uma pacata vila de pescadores, a pouco mais de 80 quilômetros de Natal, passou séculos despercebida no mapa. Porém os surfistas descobriram as ondas de Pipa e colocaram o povoado na rota dos turistas nacionais e estrangeiros. De lá pra cá, a então rústica praia, ganhou pousadas aconchegantes, restaurantes com sotaques diversos e bares que fazem a vida noturna de Pipa pulsar forte não só na alta temporada, onde você pode curtir a noite depois de um jantar caprichado nos bons restaurantes da vila. A ocasião pede um modelito informal, afinal, o passeio será ao som de forró, MPB, música eletrônica, samba e reggae.

Ilha Grande
Maior ilha da baía de Angra dos Reis, Ilha Grande reúne mais de cem praias - entre elas, algumas das mais bonitas do Sudeste brasileiro, como Lopes Mendes, Aventureiro e Cachadaço. As águas cristalinas abrigam rica vida marinha; as trilhas em meio à mata Atlântica descortinam rios e cachoeiras; e o clima rústico é garantido pela informalidade da Vila do Abraão, o centrinho da ilha. Por lá, não circulam carros ou motos - para chegar, só de barco, partindo de Angra ou Mangaratiba, em viagem de cerca de uma hora e meia. Para entrar no clima da ilha, circule pela Vila do Abraão, onde estão pousadas, restaurantes simples e bares com espaço de sobra para dançar forró a noite toda e comer muitos frutos do mar.

Jericoacoara
Jericoacoara está entre as dez praias mais bonitas do planeta, com suas águas cristalinas e dunas maravilhosas, todos os dias, no final da tarde, nativos e turistas sobem o morro de 30 metros de areia da duna do por do sol para apreciar o espetáculo do sol mergulhando no mar. Depois, a vila vira festa. Com restaurantes transados, bares animados e forrós pé-de-serra, oferece programas para todos os gostos. Nas noites de lua cheia, porém, o programa preferido é simplesmente apreciar o céu, sempre repleto de estrelas.

Bento Gonçalves
Já faz mais de um século que os primeiros imigrantes italianos aportaram em Bento Gonçalves. E a cada ano que passa, as raízes ficam mais profundas e preservadas através da arquitetura, da música, da alegria dos descendentes, da mesa farta e, em especial, da arte de saborear bons vinhos. A bebida produzida lá é reconhecida internacionalmente, mesmo para quem não bebe o passeio pelas vinícolas é um programa obrigatório, aproveite também para saborear os queijos e salames produzidos na região, mas guarde espaço para a boa e farta mesa dos restaurantes de Bento Gonçalves. Outra atração obrigatória da cidade é a Maria-Fumaça que leva ao município vizinho, ao longo do trajeto de uma hora e meia, os vagões são animados por grupos folclóricos que capricham no repertório de músicas italianas. O lugar também é ótimo para quem curte esportes radicais.

Treze tílias
Não são apenas as colônias alemã e italiana que dominam o Sul do Brasil. Um pedacinho da Áustria também tem seu espaço na serra catarinense. Em Treze Tílias, as construções típicas da região do Tirol ganham a companhia dos tradicionais entalhes em madeira e da farta culinária. Além das trilhas, lagos, restaurante e palcos para apresentações de dança tirolesa, a área abriga ainda uma imensa maquete da cidade, rica em cores, capricho e detalhes. No verão, um programa perfeito é curtir o Termas Vale das Tílias, com piscinas, corredeiras e tobogãs. Já no mês de outubro, o burburinho fica por conta da Tirolerfest, evento comemorativo ao aniversário da cidade.

Joinville
Jardins floridos colorem a cidade, repleta de construções em estilo enxaimel, a arquitetura típica da Alemanha, a herança dos imigrantes é forte também na gastronomia. Nos bairros da Estrada Bonita e do Piraí, emoldurados pela mata Atlântica, as propriedades oferecem passeios de trator, visita a alambiques, banhos de cachoeira e venda de produtos coloniais. Há mais de 25 anos o município realiza o Festival Internacional de Dança, considerado o maior do mundo. Durante 11 dias do mês de julho, cerca de quatro mil bailarinos amadores e profissionais de diversos estilos e países se reúnem na cidade para uma maratona de apresentações, cursos e workshops. Outro belo evento é a Festa das Flores, que acontece em novembro. O principal atrativo é a grande exposição de orquídeas raras - a espécie Laelia Purpurata é o símbolo de Joinville - e plantas ornamentais. O festival é incrementado ainda com apresentações de dança típica e teatro. Em qualquer época do ano, porém, a pedida é fazer um passeio de barco pela baía da Babitonga. O tour passa por diversas ilhas e faz parada na bucólica cidadezinha de São Francisco do Sul, emoldurada por sobrados coloniais. Para a alegria dos turistas e da tripulação, a viagem costuma ser escoltada por simpáticos golfinhos. 

São muitos lugares lindos e coisas legais para fazer nesse nosso Brasil, que tal seu próximo destino ser para um desses lugares? 

7 comentários:

  1. Amei o post, adoro conhecer lugares novos e viajar com a família os lugares escolhidos são maravilhosos, só conheço a Ilha Grande.
    Bjs❤
    Abrir Janela

    ResponderExcluir
  2. Meu sonho é conhecer Ilha Grande!!! Praia da Pipa também! Amei o post <3

    Blog Luanne Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Meu sonho é conhecer Ilha Grande!!! Praia da Pipa também! Amei o post <3

    Blog Luanne Oliveira

    ResponderExcluir
  4. Sou doida pra conhecer o Brasil num todo, acho lindo Jericoacoara mais morro de vontade conhecer o sul♥ Amei seu blog
    Beijos

    www.brilhoeestilo.com

    ResponderExcluir

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo